O Exercício do Amor Próprio

O Exercício do Amor Próprio

segunda-feira, 11 de junho de 2012

"Ingratidão tira a afeição"




Minha avó sempre me dizia que: "Ingratidão tira a afeição". A cada dia que passa, mais entendo essa frase. Vou percebendo que as pessoas quando são ingratas, podemos até não deixar de estar com elas, falar com elas, desejar o bem e até fazer o bem para elas, mas aos poucos, dentro de nós, elas vão perdendo espaço, prioridade e lugares cativos de pessoas especiais.

Mas também compreendo que, de repente para elas, isso pouco possa importar.



Angel Marques

4 comentários:

  1. Verdade, tenho passado por isso e parece que cada dia que passa essa pessoa morre dentro de mim.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com vc Márcio, em número, gênero e grau

    ResponderExcluir
  3. verdade a cada dia vejo isso nas pessoa, infelizmente elas morrem dentro de nos e triste, mas e a realidade.

    ResponderExcluir
  4. Tentamos perdoá-las, justificá-las, achar que nós é que estamos julgando-as
    cruelmente, mas a verdade é que essas pessoas quando agradecem , é da
    boca para fora. Seus atos e gestos nos dizem o contrário e o que fazemos
    por generosidade acaba virando obrigação e deixa de ter o devido valor.

    ResponderExcluir